. . .

terça-feira, julho 18, 2017

Haters Back Off (Resenha da série)

Haters Back Off (Resenha da série)

A série baseia-se na personagem Miranda Sings, que foi criada no YouTube pela comediante Colleen Ballinger. Ela posta videos cômicos lá desde 2008 (Há muito, muito tempo atrás, 9 anos). A ideia de fazer uma série sobre a personagem foi dá própria Colleen, que a princípio era pra ser apenas um filme, mas que tomou um rumo diferente.

Haters Back Off (Resenha da série)

Determinada a alcançar a fama, e sendo incentivada pelo tio, Miranda acha que conseguirá ser famosa fazendo vídeos pro YouTube, com o seu incrível talento que ela acha que tem.

Haters Back Off (Resenha da série)


Muito mimada pela família, ela é uma mistura de egoismo, arrogância, e muita, muita autoestima. Mas que por ser uma grande figura, durante toda a série, torna-se divertida à sua maneira.

Haters Back Off (Resenha da série)

Seu tio, Jim, é o que podemos chamar de seu assessor; ajuda a gravar videos, dá dicas, e tenta agendar shows. Sua mãe, Bethany, não muito diferente de seu tio, embora muito pisada por ela, faz de tudo pela filha, mas acaba não tendo nem um pouco de reconhecimento. Já Emily, sua irmã, é a unica sensata dentro da casa, a unica que se salva no meio daquela família de loucos.
Também não posso deixar de falar do Patrick, o melhor e talvez único amigo da Miranda. Ele é super atencioso, e faz de tudo por ela; talvez por querer ser mais que um amigo (mesmo ela não o valorizando, e acabando, por diversas vezes, pisando nele também).

Haters Back Off (Resenha da série)

A série é muito bem elaborada, faz com que você não se entedie, e te deixa sempre querendo ver o próximo episódio, afim de saber o que acontecerá nessa jornada dela em busca da fama. Ela nos faz relevar as atitudes de Miranda apenas pela afinidade que temos pela a mesma, e isso nos mantém no ritmo da série. É engraçada, boba, triste, sem noção, talvez até trash; mas confesso que não é A série. É meio fraca, mas dado tal assunto que ela se baseia, consegue se sobressair e se adequar muito bem.
Eu gostei muito, me envolveu bastante, e foi bom conhecer essa série de tão pequeno elenco e poucos episódios (8 apenas). A segunda temporada já foi confirmada pela Netflix, e mal posso esperar pra ver o rumo que ela vai tomar depois daquele emocionante season finale (e daquele "priin").

0 comentários:

Postar um comentário